Artigos

Motocicletas e motonetas devem trocar lacre e placa até dia 30

Natacha Portal/Detran

 

A partir do dia 1º de abril, os proprietários de veículos de duas rodas devem ficar atentos à adequação da placa, de acordo com as resoluções 231, 241, 372 e deliberação nº. 122 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). O agendamento para a vistoria deve ser feito no Setor de Atendimento Geral do Detran.

A Seção de Vistoria e Emplacamento do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), orienta os proprietários de motocicletas a realizarem a vistoria para troca do lacre e colocação da placa refletiva. No caso dos carros, este processo deve ser feito gradativamente, a partir da quitação do Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor (IPVA), Seguro Obrigatório e Taxa de Licenciamento.

 

Segundo o chefe da Seção de Vistoria, Lázaro Matos, os proprietários de motocicletas e motonetas que ainda estiverem com placas foscas, devem efetuar a troca da placa até esta sexta-feira, 3, para atender a nova exigência do Contran, na qual também estipula novas dimensões. “As placas das motocicletas devem ser maiores e refletivas. A resolução, será cobrada obrigatoriamente, a partir do dia primeiro de abril, em todo país”, disse.

Para veículos de quatro rodas, a mudança para placa refletiva só será necessária caso o veículo seja de fabricação a partir de primeiro de abril de 2012 ou efetue alguma mudança de característica, domicílio ou categoria. Os demais veículos que não passarem por nenhuma dessas mudanças e que a placa estiver com visibilidade e legibilidade boas e dentro dos padrões de dimensão, será necessário apenas realizar a troca do lacre.

INFRAÇÃO

Conduzir veículo com qualquer uma das placas de identificação sem condições de legibilidade e visibilidade; com lacre, chassi, placas ou qualquer outro elemento de identificação do veículo violado ou falsificado; ou mesmo sem qualquer uma das placas de identificação constitui infração gravíssima e está passível à multa de R$191,54 e apreensão do veículo.

LACRE

O lacre azul está sendo substituído pelo lacre laranja, que apresenta maior segurança e resistência. A troca de lacres é uma exigência do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) visando a padronização em âmbito nacional. O novo lacre é feito de policarbonato e possui um número de série que é registrado na ficha do veículo, facilitando o rastreamento fácil.