Escrito por , Segunda-feira, 11 de Março de 2019    A-    A+   


DETRAN começa a parcelar débitos de veículos


A partir de agora, quem tiver multas, IPVA, taxas de licenciamento em atraso poderá parcelar o valor do débito, desde que a Unidade da Federação (UF) do veículo seja daqui de Roraima. A novidade foi anunciada durante uma coletiva de imprensa, realizada nesta segunda feira (11), às 10 horas da manhã, no gabinete da presidência do Departamento Estadual de Trânsito de Roraima (Detran-RR).

Participaram da coletiva o presidente do Detran-RR  Igo Brasil, o diretor de Controle de Condutores de Veículos Janus Silva Moreira,  o comandante geral do Corpo de Bombeiros Cel. Jean Cláudio, o comandante da Polícia Militar, Cel. Elias de Santana e o gerente comercial da Zignet Leonardo Nogueira.

O presidente Igo Brasil iniciou a fala explicando que desde julho do ano passado, o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) estabeleceu por meio da portaria 149/18, os procedimentos para parcelamento de débitos relacionados a veículos. A partir disso, o Detran-RR fez uma regulamentação própria pela portaria 708/18, e em setembro começou o processo de credenciamento de empresas que poderiam participar, dentro de critérios definidos pelo Denatran e Detran. A primeira empresa credenciada em Roraima foi a ZigNet. E ele ressaltou que o Detran reabriu o prazo para que outras empresas interessadas possam se credenciar também.

Conforme determina a resolução 736/18 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), podem ser parcelados débitos relacionados a veículos como multas, IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores, desde que não esteja em dívida ativa), guincho, diária em Pátio de Retenção, seguro DPVAT (Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres), taxas de licenciamento e demais débitos que estejam no banco de dados do Detran.

De acordo com o presidente do Detran, Igo Brasil, o ano de 2018 fechou com o índice de inadimplência de 56% e esse parcelamento representa uma boa opção para sociedade, “A população já estava aguardando ansiosa por isso. É uma forma de facilitar a vida das pessoas que terão no parcelamento, uma alternativa para regularizar o débito e ficar adimplente sem pendências no Detran. Acredito que isso vai ajudar principalmente as pessoas de baixa renda. É um serviço de utilidade pública para qualquer pessoa e quitar a dívida vai trazer um bem estar para os cidadãos que vão poder  da sociedade”, finaliza Brasil.

Como será o parcelamento - O cidadão pode parcelar os seus débitos em até 12 vezes, exclusivamente pelo cartão de crédito, com a taxa de serviço que varia de acordo com o número de parcelas, ou também usar a opção débito. Não é necessário ir ao setor de Atendimento do Detran. Para emitir os débitos, o usuário pode ir direto no posto de venda da Zignet, que funciona das 8 às 16 horas e está localizado no estacionamento do Departamento, e fazer a simulação dos débitos lá mesmo. A exigência é de que o titular do cartão de crédito esteja presente para efetivar o parcelamento que pode ser feito em mais de um cartão de crédito.

O assessor comercial da Zignet, Leonardo Nogueira ressalta que a empresa foi a primeira do segmento a ser credenciada pelo Denatran. “O nosso objetivo é permitir que os usuários quitem os débitos de maneira prática, rápida, flexível e segura. Atualmente, atuamos em mais de 10 Estados do Brasil (RR, AM, CE, RN, MG, ES, RJ, SP, GO e BSB), com este tipo de serviço”, concluiu Leonardo.