Mais de 4 mil vítimas de acidentes de motocicletas deram entrada no HGR

142 views

Os acidentes de trânsito impactam diretamente na saúde pública. Em Roraima, de 1º de janeiro até 31 de outubro deste ano, 5.835 pessoas deram entrada no HGR (Hospital Geral de Roraima) em decorrência de acidentes de trânsito.

Do total de vítimas de acidentes que deram entrada na unidade de saúde, 75% estavam em motocicletas, o que representa 4.401 pessoas.

Outros números são: 390 pacientes vítimas de acidentes de bicicleta; 521 vítimas estavam em carros; 281 foram de atropelamentos e 242 em razão da colisão entre veículos.

Os dados são do Serviço de Arquivo Médico e Estatística (SAME), da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau).

O presidente do Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima), coronel Álvaro Duarte, disse que esses atendimentos em decorrência de acidentes de trânsito geram gastos nos hospitais com medicamentos, com médicos e infraestrutura.

“O atendimento de uma vítima de acidente no trânsito já inicia, muitas vezes, com a mobilização do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência [SAMU], que exige uma estrutura de equipe e equipamentos para ser eficiente”, comentou.

Ele informou que a Senatran (Secretaria Nacional de Trânsito) divulgou, na semana passada, que 60% dos leitos dos hospitais no país estão ocupados com vítimas de acidentes de trânsito.

Já sobre o número 4.401 vítimas de acidentes de moto que deram entrada no HGR, o presidente do Detran-RR alertou que os motociclistas precisam redobrar a atenção no trânsito.

“É um dado preocupante, e você motorista que está no trânsito dirigindo motocicletas, dirija com responsabilidade e cidadania e use seus equipamentos de segurança. Isso vale também para passageiros”, ressaltou Álvaro Duarte.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está de acordo com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Saber mais

Pular para o conteúdo