Abertura do Maio Amarelo

por Search Tecnologia
51 views

""

Mais de 30 instituições firmam parceria para a Campanha Maio Amarelo

 
Com o objetivo de fomentar as discussões com temas voltados à necessidade da conscientização da redução do número de mortes e feridos graves no trânsito, foi lançado nessa quarta-feira, 02, o Maio Amarelo 2018 com o tema “Nós somos o trânsito”. A abertura ocorreu no auditório do Ministério Público Estadual de Roraima (MPRR).
Para esse ano, 34 organizações públicas e privadas firmaram parceria para fortalecer a campanha. Além do Detran (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima), podemos destacar as presenças da PRF (Polícia Rodoviária Federal) e SMTRAN (Superintendência Municipal de Trânsito), que pela 4º ano seguido colaboram com o Detran divulgando o movimento do Maio Amarelo.
O Presidente do Detran, Titonho Beserra, destaca o envolvimento de mais organizações na campanha “Ficamos muito felizes com mais pessoas se envolvimento e assumindo o compromisso com o Maio Amarelo, isso mostra que a Campanha tem surtido efeito e tem senilizado a população, representada por essas organizações”, disse.
Roraima tem diminuído os índices de acidentes no trânsito, mas o número de vitimas fatais ainda é grave. No ano passado, 148 pessoas morreram vítimas de acidentes de trânsito. E nos dois primeiros meses desse ano já são 22 vítimas, sete pessoas a mais do mesmo período do ano passado, de acordo com o dados do Instituto Médico Legal (IML).
Já os acidentes de trânsito, de acordo com os dados da Polícia Militar (PM), em 2016 foram registrados 4.392. Em 2017 esse número reduziu para 3.800. Esse ano, somente nos meses de janeiro e fevereiro, já foram registrados 477 casos.
Assim como no ano passado, o MPRR (Ministério Público Estadual) por meio da promotoria de saúde, assumiu compromisso de integrar os órgãos de trânsito e coordenar as ações que serão desenvolvidas durante a campanha. Para esse ano a ação conta com a parecia da Polícia Militar de Roraima (PMRR), Smtran (Superintendência Municipal de Trânsito), Guarda Civil Municipal e PRF (Polícia Rodoviária Federal), das secretarias estaduais de saúde e educação, instituições de ensino superior públicas e privadas, além de empresas privadas.
 
Para a promotora do MPRR, Jeanne Sampaio, o grande objetivo deste movimento e educação no trânsito seria o de reduzir a zero as infrações de trânsito. “Com isso quem ganha é a sociedade com a união de mais instituições, levando mais mensagem de esperança com um trânsito mais seguro”, concluiu.
 
 
Secretaria de Comunicação
Governo do Estado de Roraima

Talvez queira ler essas notícias

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está de acordo com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Saber mais

Pular para o conteúdo